Curso técnico em Segurança do Trabalho

tecnico seguranca no trabalho

Atualmente, o mercado de trabalho está crescendo em larga escala e, por isso, para atender a essa grande demanda existem os Cursos técnicos que são voltados, principalmente para que o profissional atenda às necessidades de uma empresa ou um órgão público, ou que tenha seu próprio negócio. Esses cursos são ótimas opções para pessoas que querem ingressar de forma rápida no mercado e principalmente em um bom emprego, sem ter os gastos que teriam se estivessem em uma universidade, além disso, o período de tempo fazendo um curso técnico é bem curto em comparação com o período de graduação em uma faculdade. Porém, as opções de cursos técnicos profissionalizantes são inúmeras, mas há alguns cursos que se destacam bem mais que outros e que até nos próximos anos serão considerados promissores e entre eles está o Curso Técnico em Segurança do Trabalho, o qual irei abordar logo abaixo.

tecnico seguranca no trabalho

Técnico em Segurança do Trabalho

De acordo com pesquisas atuais, o Brasil é um dos maiores países que mais ocorrem acidentes de trabalho frequentemente e, isso se dá por conta da falta de preparação tanto em pequenas empresas quanto em grandes empresas ou em órgãos públicos, sendo elas públicas ou privadas. Por isso, atualmente, organizações pelo Brasil todo estão procurando investir mais nesse setor pouco explorado para oferecer um ambiente de trabalho melhor e consequentemente sem riscos; Mas como podem fazer isso? Contratando um Técnico em Segurança do Trabalho, claro! O profissional dessa área, é capacitado para conhecer normas de higiene, saúde, e principalmente de segurança para assim poder tornar o ambiente de trabalho bem mais agradável. Além disso, ele terá que conhecer normas para prevenir acidentes no trabalho, amenizar riscos e assim garantir a segurança dos trabalhadores naquela pequena ou grande empresa ou órgão público.

Mercado de Trabalho para quem é Técnico em Segurança do Trabalho

Como já foi dito anteriormente, o mercado de trabalho para o técnico em segurança do trabalho está se tornando amplo. O profissional dessa área poderá trabalhar tanto em pequenas quanto em grandes empresas, sejam elas públicas ou privadas ou em órgãos públicos. Como exemplo, pode ser citado hospitais, industrias, mineradoras e etc.

Programa do Curso

O programa do Curso Técnico em Segurança do Trabalho é dividido em 7 Módulos essenciais para uma boa formação, vale ressaltar que dependendo a instituição de ensino escolhida a ordem dos módulos podem ser invertidas ou alteradas. Confira abaixo os Módulos e suas respectivas cargas horárias:

Programa

Módulo 1 – Segurança/Saúde do Trabalho/Meio Ambiente

Carga Horária: 240 horas

Módulo 2 – Higiene Ocupacional/Ergonomia

Carga Horária: 280 horas

Módulo 3 – Riscos Ocupacionais em Segmentos Específicos

Carga Horária: 184 horas

Módulo 4 – Gerenciamento de Emergências

Carga Horária: 132 horas

Módulo 5 – Sistema de Segurança e Saúde do Trabalho

Carga Horária: 204 horas

Módulo 6 – Gestão Empreendedora

Carga Horária: 40 horas

Módulo 7 – Sistema de Gestão Integrada

Carga Horária: 120 horas

Carga Horária do Curso Técnico em Segurança do Trabalho

A carga horária do curso técnico em segurança do trabalho é de aproximadamente 1200 horas. Vale frisar que esse tipo de curso tem tanto aulas presenciais quanto aulas à distância e isso irá depender da preferência do interessado e o do tempo disponível que ele tem. Caso o curso seja à distância poderá ocorrer de durante o ano ter aulas presenciais e o aluno precisar se dirigir a escola para prestar exames, assistir palestras, por exemplo. A idade mínima para quem quer fazer o curso técnico em segurança do trabalho é de 16 anos e o interessado deve estar cursando o ensino médio ou já ter concluído.

Vale ressaltar que o curso técnico em segurança do trabalho é um dos cursos oferecidos gratuitamente pelo governo e gerenciado pelo mec na iniciativa PRONATEC (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) e o interessado poderá se cadastrar no site oficial para ficar atento nas datas de inscrição divulgadas para o curso e a quantidade de vagas oferecidas ou mantenha-se informado em instituições do sistema S: Sesc (Serviço Social do Comércio), Senat (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) ou Sesi (Serviço Social da Indústria); pois as vagas e o período de inscrição são divulgados semestralmente ou em diversas épocas do ano. Ainda há o Sisutec, que é um meio de ingressar em um dos cursos do Pronatec de modo que use a nota do ENEM do ano anterior, vale ressaltar que é necessário que o estudante não zere na redação ou tenha obtido uma nota maior que 450 pontos.

Vale frisar, que as instituições de ensino citadas anteriormente do sistema S, Sesc (Serviço Social do Comércio), Senat (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) ou Sesi (Serviço Social da Indústria) tem unidades localizadas por todo o território nacional e são escolas de excelente qualidade.

Be the first to comment on "Curso técnico em Segurança do Trabalho"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*